Há por aí alguém com um hipotálamo a funcionar?

Mesmo sabendo que  a bondade e a compaixão são coisas complexas (ainda mais do que eu…) e que não devem ser reguladas por um único gene atrevo-me a pôr o anúncio:

Se alguém, que tenha um hipotalamo a funcionar e que seja geneticamente bondoso o que equivale a dizer que é portador do alelo G do receptor de oxitocina, estiver a ler este post, denuncie-se, pois poder-se-á testar a troca de empatia.

E já agora até se testava o espectro afectivo que vai da punição à recompensa ou se calhar é melhor não, não se vá a bondade sentir-se marginalizada e desaparecer.

PS: Os candidatos devem apresentar-se munidos de uma proposta musical, cuja duração seja um múltiplo de 20 segundos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s